« Regressar ao programa

Konrad “Conny” Plank foi um dos grandes inovadores da produção musical e sonora dos nossos tempos. Pioneiro do krautrock e da pop electrónica, é a si que bandas e artistas como os Neu!, Brian Eno, David Bowie, Ultravox ou Eurythmics devem uma considerável parte dos méritos que lhes são justamente atribuídos, e todos reconhecem a influência central desta figura no impacto que a sua música conseguiu. Sem ele, Gianna Nannini nunca teria ousado cantar noutra língua que não a inglesa, e, se Plank tivesse simpatizado com um tal Bono, temos fortes razões para acreditar que “Joshua Tree”, dos U2, soaria hoje radicalmente diferente.

A morte precoce de Conny, aos 47 anos, teve um óbvio impacto no seu jovem filho Stephan, com apenas 13 anos à altura; duas décadas e meia depois, Stephan juntou-se ao realizador Reto Caduff em busca do homem que se habituou a ver quase sempre debruçado sobre a mesa de mistura, bem como do seu legado. Encontrou-se com velhos amigos e companheiros do pai - Annette Humpe, os Scorpions, Gianna Nannini, os Devo e muitos mais; são eles que nos guiam, por entre uma banda sonora repleta de gravações inéditas, pela genialidade meticulosa e sensibilidade artística de Conny Plank.

De: Reto Caduff e Stephan Plank
2017 | Alemanha | 92’
Classificação: M/12
Legendado em inglês

Bilhetes

Local: Biblioteca Municipal do Barreiro
Hora: 21:00
Preço: 2,5€

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram